GARCIA marketplace
Carrinho

Eu sou o PECADO, a paixão, o prazer... Cecília - e-book

Eu sou o PECADO, a paixão, o prazer... Cecília - e-book
Fabricante: Garcia e-books
Modelo: 978-88-97354-39-x
Disponibilidade:
Preço: R$ 8,99

PagSegur UOL
PagSegur UOL
Qtd:  
      

Eu sou o PECADO, a paixão, o prazer... Cecília - e-book

EDIÇÃO BILINGUE (ITALIANO E PORTUGUÊS) | FORMATO 15X21 - 114 PÀGINAS

São palavras revestidas pela poeticidade dos toques, dos beijos, da respiração ofegante, do furor do amor e, enfim, da plenitude do prazer. Como tentáculos, os poemas nos abraçam e nos expõem cruamente o desnudamento do êxtase corpóreo da poética linguagem humana, emitindo, desse modo, reflexos de um espelho interior, que é também exterior, do que é sentir e ser sentido, tornando o “EU SOU O PECADO, a paixão, o prazer...” o meu, o seu, ou melhor, o nosso diário do pecado. (Raquel Cristina dos Santos Pereira - UFRJ / Revista Teia Literária)

ANDREA PELEGRINELLI

Nasceu em Pirajuí, pequena cidade do interior de São Paulo. Aos dois anos de idade mudou-se, com os pais, para cidade de Louveira onde cursou seus estudos, casou-se e vive atualmente, mãe de dois filhos.

Iniciou na literatura no ano de 2000 com a obra “AFEIÇÕES” - poesias.

Foi colunista do jornal da região, hoje “Folha de Notícias” e em 2009 lançou sua primeira obra infantil “O LEÃOZINHO NUNU”. “EU SOU O PECADO, a paixão, o prazer... Cecília” é um novo desafio para a autora.


Entrevista realizada no quadro "BATE PAPO COM O AUTOR" em 7 de Janeiro de 2013

GARCIA edizioni: - O título do seu livro é bastante sugestivo. Como vcoê decidiu por ele?

Andrea Pelegrinelli: - Eu queria um título que me desse a total liberdade para expressar o erotismo feminino. Conforme eu escrevia cada poesia, sentia a força do título, e como tudo tem a necessidade de nascer. O título nasceu simplesmente predominante.

GARCIA edizioni: - Como você definiria o ato de escrever poesia, que é algo que ninguém, até agora, conseguiu denominar?

Andrea Pelegrinelli: - O ato de escrever poesia, para mim, é comungar o mistério entre a carne e o espírito, é algo necessário e divino, não há domínio.

GARCIA edizioni: - De onde você tira a inspiração para escrever seus poemas?

Andrea Pelegrinelli: - Eu não inflamo minha alma a inspiração, simplesmente deixo-me livre para a poesia, pois é parte de mim, apenas me preparo para recebê-la com intensidade.

GARCIA edizioni: - O que é mais importante para você: seguir rima, métrica ou deixar que as emoções fluam livremente?

Andrea Pelegrinelli:: - O mais importante é a harmonia dos versos, a musicalidade, uma escrita simples, porém rica. Eu prefiro os versos livres onde a rima acontece naturalmente.

GARCIA edizioni: - Quando você sente que conseguiu escrever o que sentia?

Andrea Pelegrinelli:- Ao ler, ler, ler e reler a primeira impressão, e por fim sem perder a essência da composição mudo quase tudo, melhor, lapido-a e sinto sua luz.

GARCIA edizioni:Que sensações a poesia lhe dá?

Andrea Pelegrinelli: - De estar intensamente VIVA.

GARCIA edizioni: - O que mais a satisfaz em relação à publicação de Eu sou o pecado, a paixão e o prazer?

Andrea Pelegrinelli: - De que realmente os leitores entenderam que o erotismo não é pornografia, e que a mulher consegue escrever sobre os desejos carnais, com sensualidade, feminilidade e sedução sem cair na vulgaridade, até porque o sexo não é proibido, faz parte da natureza, independente de ser homem, mulher ou animal.A diferença esta no sentimento.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:





Facebook