GARCIA marketplace
Carrinho

Fuga

Fuga
Fabricante: Editora GARCIA
Modelo: 978-85-65490-05-4
Disponibilidade:
Frete Gratis
Preço: R$ 26,00

PagSegur UOL
PagSegur UOL
Qtd:  
      

Fuga

FUGA - R. LOUSA DOS SANTOS - 15X21 -166 Págs.

Diana é uma adolescente de dezesseis anos. Na festa de sua irmã Débora, conhece Arthur, um garoto misterioso que, há pouco tempo, tinha chegado na cidade.

Inicialmente, ela pensou que havia encontrado seu príncipe encantado, porém descobre que ele tinha se tornado o namorado de Débora.

Deste modo, entre as duas irmãs, inicia-se uma disputa pelo rapaz.

A chegada de Matheus, irmão de Arthur, colabora com os planos de Diana para conseguir ficar com o namorado da irmã. No entanto, nenhumas das duas sabiam que eles possuíam um grande segredo que colocava em risco a vida de todas as pessoas do planeta.

Diana então se vê envolvida de corpo e alma nesta situação, a tal ponto de se deparar com uma conseqûencia que poderá complicar totalmente a sua vida.


Entrevista realizada no quadro "BATE PAPO COM O AUTOR" em 10 de Dezembro de 2012

GARCIA edizioni: - As suas ideias vêm repentinamente ou são resultado de longas reflexões?

R. Lousa dos Santos: - Geralmente as ideias me ocorrem repentinamente. Estou andando pela cidade quando me vem uma ideia e penso: "Nossa, isso pode dar uma boa história!", mas para algumas ideias fico pensando em algo que poderia vir a ocorrer comigo, e chego a criar uma história em minha cabeça do que poderia acontecer até chegar àquela ideia inicial. Digo sempre que começo com a ideia final da história, ou pela sua metade, mas nunca pelo início.

GARCIA edizioni: - Escrever sobre a relação entre pais e filhos é sempre difícil. Você sentiu dificuldades no começo do seu trabalho?

R. Lousa dos Santos: - Realmente escrever sobre a relação entre pais e filhos não é fácil. Quando começo a escrever já tenho em mente o que irá acontecer com as personagens (pelo menos com a maioria). Algumas personagens criam vida própria e gosto de deixá-las agir sozinhas, mas sempre tenho em vista o que desejo passar para os leitores, então não senti muita dificuldade no começo. Senti mais dificuldades no final ao abranger maiores relações entre diferentes pais e filhos.

GARCIA edizioni: - O que o motivou a escrever sobre as relações familiares?

R. Lousa dos Santos: - Uma fofoca! Já vinha sabendo de certos acontecimentos entre alguns pais e filhos, porém um dia ouvi algo que não sei se realmente aconteceu, porém foi algo que me chamou a atenção (essa cena eu a reproduzi no livro Pais & Filhos com algumas modificações), juntando essa informação com notícias que sempre povoam os telejornais (de estupro pelos próprios familiares, pedofilia, etc.) resolvi escrever para assim poder criticar essas e outras atitudes familiares.

GARCIA edizioni: - Você se baseou em estudos sobre o assunto ou em casos que conheceu pessoalmente?

R. Lousa dos Santos: - No livro eu tratei de diversas relações entre pais e filhos, relações doentias, relações amigáveis, neutras, então as fontes foram muitas, sendo que retratei muitos episódios de meu próprio conhecimento, algo que acontece comigo mesmo, com meus colegas, amigos, histórias que vejo em telejornais, imagino ou leio sobre o assunto. Retratei histórias bem diversificadas.

GARCIA edizioni: - A experiência de escrever sobre pais e filhos mudou o seu entendimento acerca das relações de família?

R. Lousa dos Santos: - Com certeza. Como disse antes, deixo minhas personagens viver suas próprias vidas dentro da história e de vez enquanto me deparo com questões que não havia pensado até então, aí tenho que contornar certas situações para poder chegar ao que eu pretendo. Isso aconteceu, por exemplo, com Margarida, que embora não é protagonista, nem faz algo tão fundamental para a história, eu a julgo uma das personagens mais complexas (se assim posso dizer), eu mesmo não consigo entender o que se passa com ela e o motivo de suas escolhas e isso foi um dos fatos que modificou muito o meu jeito de ver certos acontecimentos.

GARCIA edizioni: -Sabemos que nenhum relacionamento é perfeito e sempre haverá conflitos. Você acredita que, onde há amor e boa-vontade, torna-se possível contornar os inevitáveis conflitos de gerações?

R. Lousa dos Santos: - Ninguém é perfeito! Infelizmente essa oração é verdadeira, creio que além do amor e boa-vontade é necessário ter compreensão. Se alguém erra tenho que compreender que ele erra como eu também erro. Com amor, boa-vontade e compreensão é possível contornar os diversos conflitos que surgem em nossas vidas, não apenas nas relações familiares, mas em todo o tipo de relacionamento entre pessoas.

GARCIA edizioni: -Na sua opinião, qual a maior herança que os pais podem deixar aos filhos?

R. Lousa dos Santos: - Realmente a maior herança que os pais podem deixar aos filhos é o conhecimento. O conhecimento é algo que ninguém é capaz de tirar da pessoa. Mesmo em uma ditadura, como ocorreu no Brasil anos atrás e em outros países, onde o conhecimento é reprimido, ele não pode ser retirado de ninguém, estará sempre em nós por mais reprimido que nós estejamos. E não falo apenas de um conhecimento acadêmico, mas o conhecimento para toda a vida, o amor, compreensão, enfim, o conhecimento dos valores básicos.
 

DEIXE AQUI O SEU COMENTÁRIO



Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:



Produtos Relacionados e Sugestões (1)

Pais e filhos
Frete Gratis
R$ 26,00
1 comentários
Facebook